Mobilidade elétrica: tudo o que você precisa saber

Com o mundo ficando cada vez mais consciente dos efeitos humanos na natureza, seja através de desastres naturais, aquecimento global ou efeito estufa, mais alternativas têm surgido em prol de amenizar a situação. Dentre essas alternativas, a mobilidade elétrica se apresenta como uma ótima opção e tem crescido consideravelmente em escala global. 

Compartilhe este artigo

Com o mundo ficando cada vez mais consciente dos efeitos humanos na natureza, seja através de desastres naturais, aquecimento global ou efeito estufa, mais alternativas têm surgido em prol de amenizar a situação. Dentre essas alternativas, a mobilidade elétrica se apresenta como uma ótima opção e tem crescido consideravelmente em escala global. 

No conteúdo que segue, iremos apresentar o que é a mobilidade elétrica, como ela se mostra uma solução sustentável, seus benefícios, desafios de implantação e outros detalhes. Vamos lá? 

O que é mobilidade elétrica?

Mobilidade elétrica é um conceito referente à eletrificação dos transportes, ou seja, aos veículos que usam eletricidade para se locomover, ao invés de combustíveis fósseis. 

Devido a essa condição, os veículos elétricos emitem menos poluentes atmosféricos e produzem menos ruído, sendo, portanto, uma alternativa mais sustentável e ecologicamente correta. 

Os veículos híbridos também colaboram nesse quesito, já que atuam em parte com um sistema elétrico e, por outro, com a combustão de combustíveis fósseis ou biocombustíveis. 

Além dos carros, patinetes, scooters, e ônibus também podem ser movidos à eletricidade. 

Benefícios da mobilidade elétrica

Sem dúvidas, quando falamos nos benefícios gerados pela mobilidade elétrica, a questão da sustentabilidade ganha destaque. A queima de combustíveis fósseis é um dos principais fatores responsáveis pelo agravamento do aquecimento global, e encontrar alternativas para driblar essa situação é uma das maiores preocupações do momento. 

Além disso, vejamos outros benefícios da mobilidade elétrica. 

1. Mais eficiência energética 

A mobilidade elétrica é capaz de proporcionar mais eficiência energética. De acordo com o vice-presidente da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), Thiago Sugahara, veículos elétricos possuem 90% de eficiência energética, enquanto os veículos movidos a combustão interna, possuem 30% a 40% de eficiência

No caso dos últimos, 60% da energia acaba se dissipando em forma de calor, contribuindo para o aquecimento do motor. 

2. Menos gastos com manutenção 

Veículos convencionais apresentam maiores custos de manutenção: há a necessidade de trocar filtros de ar, óleo do motor, velas de ignição, correia dentada, entre outras peças. 

Isso já não acontece com os veículos elétricos. Nesse caso, o propulsor é mais durável que o motor de combustão interna e a manutenção, além de ser mais rápida, se reduz aos seguintes processos: 

  • Regulagem dos freios;
  • Rotação, alinhamento e balanceamento das rodas;
  • Lubrificação das dobradiças, fechaduras e tranca do porta-malas;
  • Revisão de suspensão, faróis e direção.

3. Fácil carregamento 

O carregamento de um veículo elétrico é feito de maneira fácil e simples: é possível fazer dentro da própria casa com o uso de 110V ou 220V. 

4. Mais economia

Além da redução de custos com manutenção, a eletricidade é mais barata do que o combustível. Somando isso à maior eficiência energética, há menos gasto por quilômetro percorrido.

5. Menos ruídos

Veículos elétricos, além de não emitirem poluentes, também produzem menos ruídos, colaborando bastante com a redução da poluição sonora. Isso se dá porque eles não possuem sistema de escape ou combustão interna. Assim, o conforto acústico é maior. 

Fatores essenciais para o crescimento da mobilidade elétrica

Veículos elétricos, além de não emitirem poluentes, também produzem menos ruídos, colaborando bastante com a redução da poluição sonora. Isso se dá porque eles não possuem sistema de escape ou combustão interna. Assim, o conforto acústico é maior. 

Fatores essenciais para o crescimento da mobilidade elétrica

Até então, sabemos o quão benéfica a mobilidade elétrica é, tanto pensando em escala global, quanto pensando em motoristas e empresas. Apesar do constante crescimento, existem alguns fatores que precisam ser melhor trabalhados para que a mobilidade elétrica seja cada dia mais efetiva

O primeiro ponto é o alto custo dos veículos elétricos. A tendência, com o desenvolvimento desse nicho e a crescente produção, é de que os preços fiquem mais competitivos e esses veículos, mais acessíveis. 

Outro ponto é a necessidade de mais incentivo político. Para que a mobilidade elétrica avance no Brasil, é fundamental que o Governo Federal trabalhe mais na criação de projetos e programas estratégicos de eletrificação, implementando leis, incentivos fiscais e construção de obras. 

O Brasil é um país de extensão continental, e a questão política é essencial para estimular órgãos públicos e privados em uma distribuição inteligente de eletropostos e eletrovias. 
Recentemente, inclusive, a empresa Neoenergia inaugurou a primeira eletrovia do nordeste, ligando a cidade de Salvador (BA) com Natal (RN). No total, o chamado “Corredor Verde” possui 1.100 km, conta com 18 pontos de abastecimento e passa pelas capitais Aracaju (SE), Maceió (AL), Recife (PE) e João Pessoa (PB).

Mobilidade elétrica e energia solar

Uma questão que não podemos deixar de lado é o quanto a mobilidade elétrica é capaz de impulsionar o crescimento do uso de fontes limpas e renováveis, como a energia solar

No Brasil, principalmente, um país de clima tropical, isso é ainda mais viável. Além de ser mais sustentável, o uso da energia solar é mais econômico e mais conveniente. 

E aí? Deu para compreender um pouco mais sobre mobilidade elétrica? 

Se esse e demais temas relacionados à energia é um assunto que te interessa, continue nos acompanhando por aqui e nos siga também no nosso instagram: @sinapsisenergia 😊

Até o próximo conteúdo! 

Inscreva-se na nossa newsletter

Você também quer ver

Perdas Técnicas

Como lidar com as Perdas Técnicas na Distribuição de Energia?

Na rede de fornecimento de energia elétrica, as perdas técnicas têm sido uma preocupação constante para distribuidoras. Essas perdas representam a quantidade de energia dissipada durante o processo de transmissão e distribuição, resultando em impactos ambientais, econômicos e operacionais. Neste post, exploramos a natureza das perdas técnicas na distribuição de energia e soluções operacionais para este problema.

Gostaria de falar com nossa equipe? Ligue para (11) 5051-0744

A Sinapsis Inovação em Energia foi criada em 2008, quando uma equipe de engenheiros formados pela Escola Politécnica da USP se uniu, e com genialidade, criatividade e tecnologia, decidiram dar vida para projetos do mercado de energia e setores adjacentes.

Endereços

Matriz:

Filial:

Contatos

Sinapsis © 2022 Todos os direitos reservados

Agência Responsável: Girapix

Pronto!

Agora é só clicar no botão abaixo e fazer o download do seu ebook.

Aproveite e conheça nossas redes sociais

Pronto!

Agora é só clicar no botão abaixo e fazer o download do seu eboo.

Aproveite e conheça nossas redes sociais

Pronto!

Agora é só clicar no botão abaixo e fazer o download do seu ebook.

Aproveite e conheça nossas redes sociais

Pronto!

Agora é só clicar no botão abaixo e fazer o download do seu eboo.

Aproveite e conheça nossas redes sociais